CRISTO ENQUANTO ÚNICO MEDIADOR É O ÚNICO INTERCESSOR?

1 – Parece que Jesus, sendo o único mediador da vida eterna, porquanto em nenhum outro Nome há salvação,1 deve ser tido também como único intercessor, posto que mediar equivaleria a interceder.

2 – No mais, o seu sacrifício uniu céus e terra, destruindo os obstáculos que impediam o nosso, agora, livre acesso a Deus, do que resulta que podemos dialogar, suplicar, pedir e clamar a Deus de maneira direta e pessoal, sem precisarmos que intercedam em nosso favor.2

3 – Além disso, sendo mediador da Nova Aliança, sua mediação superior cancelou todas as formas de intercessão, as quais outrora tínhamos uns pelos outros.

Mas em contrário, Abraão e Moisés intercediam a Deus em favor do povo na Antiga Aliança, tanto quanto os Apóstolos na Nova Aliança, recomendaram que continuássemos intercedendo uns pelos outros: “Abraão INTERCEDEU JUNTO DE DEUS, QUE CUROU ABIMELEC, sua mulher e suas servas, e deram novamente à luz.” (Gênesis 20, 17) “[…] o povo veio a Moisés e disse-lhe: Pecamos, murmurando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós essas serpentes. MOISÉS INTERCEDEU PELO POVO.” (Números 21, 7) “Acima de tudo, recomendo que se FAÇAM PRECES, ORAÇÕES, SÚPLICAS, ações de graças por todos os homens.” (I Timóteo 2, 1) “Como BONS DISPENSADORES DAS DIVERSAS GRAÇAS DE DEUS, cada um de vós ponha à disposição dos outros o dom que recebeu.” (I São Pedro 4, 10) “Intensificai as vossas invocações e súplicas. ORAI em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica POR TODOS OS CRISTÃOS.” (Efésios 6, 18) “ORAI TAMBÉM POR NÓS. Pedi a Deus que dê livre curso à nossa palavra para que possamos anunciar o mistério de Cristo. É por causa desse mistério que estou preso.” (Colossenses 4, 3)

SOLUÇÃO: Mediar significa fazer ponte, sendo o mediador, o elo interposto que liga pontos diametralmente opostos. Por isso, Cristo é a única ponte possível entre o céu e a terra; e entre a Divindade e a humanidade, porque para unir céu e terra, somente sendo do céu e da terra; e para unir o homem com Deus, somente sendo homem e Deus, como é Jesus, no que se responde as questões colocadas acima.

1 – Num único mediador existem duas formas de mediação. Uma é a salvífica, que se faz para salvação do pecador; outra é a intercessão que se realiza para fortalecer os vínculos fraternos no amor a Deus e ao próximo. Ser mediador da salvação só incumbe a Cristo em sua HUMANIDADE NATURAL3, e de modo personalíssimo, insubstituível e intransferível, posto que só Ele é o Cordeiro, digno de dar seu corpo humano a morte para que toda humanidade possa ter o direito à vida eterna. Já a intercessão é a ação na qual Cristo, por meio de sua HUMANIDADE MÍSTICA ou SOBRENATURAL chamada Igreja4, age através dos que estão unidos ao seu Corpo como membros, tornando-os colaboradores do progresso e da santificação dos que necessitam, para que aqueles possam não apenas receber e desfrutar, mas também partilhar o amor e a caridade Divina. Os intercessores não são mediadores em sentido próprio, mas medianeiros, posto que os santos do céu não fazem ponte entre Deus e os homens, mas por meio da ponte que UNE CÉUS E TERRA que é Cristo, se unem a nós, fazendo suas as nossas orações, súplicas e clamores, para que os mais fortes fortaleçam e santifiquem os mais frágeis,5 ajudando-os no alcance das virtudes indispensáveis ao crescimento da fé rumo ao amor, e assim, pela comunhão, sejamos todos um só Corpo em Cristo: “Como há somente UM PÃO, nós, que somos muitos, SOMOS UM SÓ CORPO6, pois TODOS PARTICIPAMOS DE UM ÚNICO PÃO.” (I Coríntios 10. 17) DEVEMOS AJUDAR OS FRACOS, lembrando as palavras do próprio Senhor Jesus, que disse: ‘HÁ MAIOR FELICIDADE EM DAR DO QUE EM RECEBER.” (Atos 20. 35) “Porquanto, assim como O CORPO É UMA SÓ UNIDADE e possui muitos membros, e TODOS OS MEMBROS do corpo, ainda que muitos, CONSTITUEM UM SÓ ORGANISMO, Assim também ocorre em relação a Cristo. (I Coríntios 12. 12) ” ELE É A CABEÇA DO CORPO, DA IGREJA” (Colossenses 1. 18) “[…] e que NÃO HAJA DISSENSÕES NO CORPO e que os membros tenham o mesmo CUIDADO UNS PARA COM OS OUTROS.” (Coríntios 12, 25)

2 – Nada impede que, sozinhos, possamos pedir, suplicar e clamar a Deus. Todavia, é bom que o homem não esteja só7 porque como disse o sábio, se um cair o outro ajuda a levantar.8 O Apóstolo que escreveu que temos “livre acesso” a Deus, no mesmo texto também escreveu para que ninguém rezasse sozinho, mas através da Igreja que é o Corpo de Cristo. E quando enfrentava inimigos de Cristo em suas viagens, pedia que a Igreja intercedesse a Deus por sua proteção: “E ORAI POR MIM, para que me seja dado anunciar corajosamente os mistérios do evangelho.” (Efésios 6. 17 à 20) Os membros fiéis, incorporados ao Corpo de Cristo chamado Igreja, recebem de Jesus o Dom do Amor para partilhá-lo por meio da intercessão: “[…] nenhum de nós vive exclusivamente para si, e nenhum de nós morre apenas para si mesmo. Se vivemos para o Senhor, vivemos; e se morremos, é para o Senhor que morremos. (Romanos 18. 7-9) Viver para Deus, é viver para o Amor de Deus; e vivendo o Amor de Deus, vivemos também o amor ao próximo no qual reside a imagem Divina. Por isso, a COMUNHÃO triunfa sobre a singularidade, e o coletivo sobre o individualismo, sendo as orações de muitos, melhor e mais eficaz que a oração de um só: “Pedro estava detido no cárcere, mas A IGREJA ORAVA fervorosamente a Deus A FAVOR DELE.” (Atos 12. 5)

A intercessão pode se dar na comunhão entre os membros do Corpo de Cristo na terra, mas principalmente, na comunhão entre os membros do Corpo de Cristo da terra e do céu, sendo os anjos, guardiões das orações que os santos do céu encaminham ao Cordeiro de Deus: “Adiantou-se outro anjo e se pôs junto ao altar, com um turíbulo de ouro na mão. Foram-lhe dados muitos perfumes, para que os ofere­cesse com AS ORAÇÕES DE TODOS OS SANTOS NO ALTAR de ouro, que está ADIANTE DO TRONO. (Apocalipse 8, 3) “A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus. (Apocalipse 8, 4) Quando recebeu o livro, os quatro Animais e os vinte e quatro Anciãos prostraram-se DIANTE DO CORDEIRO, TENDO CADA um uma cítara e taças de ouro cheias de perfume *que são AS ORAÇÕES DOS SANTOS*. (Apocalipse 5. 6, 7 e 8)

3 – A mediação da cruz visa a salvação, mas a intercessão visa partilhar o amor e a caridade daqueles nos quais Cristo vive, com os que precisam de Cristo para viver. Uma não excluiu a outra, pelo contrário, a intercessão é reflexo de algo maior que é a mediação da salvação. O Amor Divino não é para ser retido, mas partilhado, e ninguém melhor para compartilhar esse Amor com aqueles que definitivamente já o tem, porque já estão na vida eterna. A intercessão que havia antes de Cristo, após ele vir ao mundo, morrendo e ressuscitando, se intensificou, pois se os antigos pediam na expectativa do Cristo que viria, os intercessores de agora pedem em Nome do Cristo que veio, e que está no meio de nós,9 e no qual estamos ligados como membros de uma grande família no céu e na terra. Se Deus ouviu as preces de Abel10 clamando justiça misericordiosa para seu algoz e irmão Caim, antes de Cristo ver feito a obra da redenção dos pecados, dirá agora que o débito da humanidade com Deus fora desfeito.


1 I Tm 2, 5.

2 “Conforme o eterno propósito de Deus realizado em Cristo Jesus, nosso Senhor, por intermédio de quem temos livre acesso a Deus em plena confiança, pela fé na sua pessoa. (Efésios 3. 11)”

3 […]ele vos reconciliou pela morte de seu corpo humano, para que vos possais apresentar santos, imaculados, irrepreensíveis aos olhos do Pai. (Colossenses 1, 22)”

4 […] assim também NÓS, EMBORA MUITOS, SOMOS UM SÓ CORPO EM CRISTO, e cada membro está ligado a todos os outros. (Romanos 12. 5) Ora, vós sois o Corpo de Cristo, e cada pessoa entre vós, individualmente, é membro desse Corpo. ( I Coríntios 12. 27)

5 FORTALECE AS MÃOS FRACAS E CONFIRMA OS JOELHOS FRACOS. (Isaías 35, 3)”

6 “Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e os homens: Jesus Cristo, HOMEM” ( I Timóteo 2, 5)

7 Gênesis 2. 18.

8 Melhor é serem dois do que um, porque há melhor recompensa no trabalho de duas pessoas. Porquanto, se um cair, o outro levantará seu companheiro. Mas pobre do que estiver sozinho e cair, assim não haverá quem o ajude a se reerguer! (Eclesiástes 4. 9 e 10)

9 […]”aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço,”Qualquer coisa que me pedirdes, em meu nome, vo-lo farei.” (São João 14. 12 e 13)
Eis que estarei convosco até o final dos tempos. (São Mateus 28. 20)

10 Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício bem superior ao de Caim, e mereceu ser chamado justo, porque Deus aceitou as suas ofertas. Graças a ela é que, apesar de sua morte, ele ainda fala.” (Hebreus 11, 4)”Jesus, o mediador da Nova Aliança, e do sangue da aspersão, que fala com mais eloquência que o sangue de Abel.”

 

Seguir:
error

2 opiniões sobre “CRISTO ENQUANTO ÚNICO MEDIADOR É O ÚNICO INTERCESSOR?

  • 4 de setembro de 2020 em 08:48
    Permalink

    A comunhão dos santos consiste na união das 3 Igrejas: A Igreja Triunfante à qual pedimos a interseção dos santos, a Igreja Padecente à qual oferecemos nossas orações e sacrifícios para as almas do Purgatório e a nós que ainda vivemos neste mundo à Igreja Militante que pedimos ajuda dos santos da Igreja Triunfante em nossas tribulações e ajudamos com súplicas e orações a diminuir as penas da Igreja Padecente. Isto é a Comunhão dos Santos…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial