PARA MARIA SER IMACULADA ERA NECESSÁRIO QUE SEUS PAIS TAMBÉM FOSSEM?

 

1 – Os que protestam contra a Igreja, alegam que se do puro não poderia sair o impuro, também Maria, sendo toda pura, não poderia nascer da impureza pecaminosa de seus pais Ana e Joaquim.

2 – Concluem que Jesus, o Santo dos Santos, poderia ter sido concebido, gerado e tirado da Mulher pecadora, pois para nos salvar, era preciso que apenas Ele fosse sem pecado, e não sua mãe.

Mas em contrário, diz a Escritura[1] que, “[…] quem do imundo, tiraria o puro? Ninguém. (Jó 14. 4); e “[…] como seria puro aquele que nasce da mulher? (Jó 25. 4 e 6)

SOLUÇÃO: Uma árvore doente gera sementes doentes, que por sua vez gerarão outras arvores doentes, que gerarão outras sementes doentes, e assim sucessivamente.[2] Para interromper esse ciclo, basta proteger a próxima semente da doença, isolando-a da sua árvore matriz, aplicando-lhe o remédio que sara antes desta semente adoecer. A árvore é a humanidade enferma pelo pecado adâmico; as sementes são todos os seres humanos, que recebem sua humanidade por meio de Adão, e a semente isolada do arvore do pecado foi A VIRGEM MARIA, de onde se responde tranquilamente as questões acima.

1 – O PECADO ORIGINAL[3] é o que nos contagia com a maldade, por nascermos desprovidos da Beatitude e Justiça de Deus, situação transmitida pelas mães aos filhos desde a concepção. Disto vem todos os nossos defeitos, imperfeições e vícios  nos atos que nos condenam, chamados de PECADOS ATUAIS.[4] Bastaria assim, que somente na concepção de Maria, o ciclo familiar da transmissão do pecado fosse interrompido, e o modo dessa interrupção foi antecipar a salvação[5] daquela incumbida de gerar o Menino Deus, para que, na santificação completa do seu ser, o mal e o pecado não a dominassem.

2 – Maria não ficou isenta da condição de ré (conditio reator), ou seja, da condição de reprovada diante de Deus, podendo assim, estar sujeita a ser julgada por seus pecados diante do Tribunal Divino, já que nascera de pais pecadores, o que só não ocorreu porque Deus lhe conferiu uma graça especial e plena desde sua concepção, sendo dotada de santidade e justiça plena, o que impediu que a natureza pecadora e adoecida de seus pais lhe fosse transmitida por contágio. Todavia,  AQUELE QUE VINHA COM A MISSÃO DE SER JUIZ, NÃO PODERIA NASCER RÉU.[6] Cristo não podia nascer na condição de reprovado, herdada do pecado da mãe (como toda natureza humana está sujeita), para após ser purificado, o que ocorreria se fosse concebido por uma pecadora, e se purificasse só no momento de sua concepção. Assim, uma mãe sem pecado, convinha para que a dignidade de Cristo, como o Justo salvador e juiz universal de todos, fosse preservada.


 

[1] “QUE UNIÃO HÁ entre a JUSTIÇA E INIQUIDADE? LUZ e TREVAS? E que parte tem o fiel com o infiel? (II Coríntios 6, 14)” “Quem DO IMUNDO TIRARÁ O PURO? Ninguém!” (Jó 14.4)

[2] “Toda árvore boa produz bons frutos, e toda árvore ruim produz maus frutos. (São Mateus  7. 17-20)

[3] O homem foi criado na condição de santidade, mas por querer ser igual a Deus, acabou menosprezando ao Criador, de onde perdeu a condição de justo e santo diante de Deus. CATECISMO P.26 § 398.

[4]  “EIS QUE NASCI NA CULPA, MINHA MÃE ME CONCEBEU NO PECADO.” (Salmo 50, 7) A consequência do pecado original é a desordem em tudo que é dito, feito e pensado pelo homem, colocando-se contrário a Lei de Deus, o que  priva do convívio com Ele na vida eterna.  CATECISMO §1854 A gravidade do pecado: pecado mortal e venial

[5] https://igrejamilitante.com.br/index.php/2020/05/04/a-anunciacao-tambem-revelou-que-maria-nao-tinha-pecado/ 

[6] “Eu te conjuro em presença de Deus e de Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, por sua aparição e por seu Reino: (II Timóteo 4, 1)” “Ele será o juiz das nações, o governador de muitos povos.”

Seguir:
error

Uma opinião sobre “PARA MARIA SER IMACULADA ERA NECESSÁRIO QUE SEUS PAIS TAMBÉM FOSSEM?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial